Pt En Es
5 livros para os gestores entrarem em 2017 cheios de conhecimento

5 livros para os gestores entrarem em 2017 cheios de conhecimento

30/12/2016



5 livros para os gestores entrarem em 2017 cheios de conhecimento

Os títulos abrangem desde liderança à sucessão, tecnologia política e filosofia. Todos foram lançados neste ano ou no fim de 2015

Por Luísa Melo

São Paulo – Adquirir novos conhecimentos e enxergar outros pontos de vista é imprescindível para quem comanda uma equipe ou uma empresa. E a leitura é um ótimo instrumento para isso. Não é à toa que os livros são a fonte de ideias preferidas de Bill Gates. Para ajudar na busca por títulos interessantes, EXAME.com consultou alguns especialistas. Eles selecionaram cinco obras, que abrangem desde liderança à sucessão, tecnologia política e filosofia. Todas foram lançadas neste ano ou no fim de 2015. Confira abaixo e boa leitura!

  • 1. A quarta revolução industrial, de Klaus Schwab
    • "A quarta revolução industrial" foi escrito por Klaus Shcwab, fundador e presidente do Fórum Econômico Mundial. No livro, o economista discorre sobre a transformação pela qual o mundo passa atualmente. "A obra descreve as principais características da nova revolução tecnológica e destaca as oportunidades e os dilemas que ela representa para a humanidade. Aborda um fator que é primordial nas transformações radicais do período em que estamos atravessando", avalia o professor Romeo Busarello, do Insper. Editado pela Edipro, preço em torno de 50 reais nas livrarias online.

    • 2. The Leadership Capital Index: Realizing the market value of leadership, de Dave Ulrich
      "O Índice de Capital da Liderança: percebendo o valor de mercado da liderança", em tradução livre, ainda não tem versão em português. O livro foi lançado em outubro de 2015. Seu autor, Dave Ulrich, é considerado ninguém menos que "o pai do RH moderno". A obra sugere o uso de uma espécie de rating sobre liderança na hora de calcular o valor de uma empresa – além dos aspectos financeiros, de marca, talentos e inovação tradicionalmente considerados. "Ulrich vai explorar como considerar, de uma maneira geral, os aspectos intangíveis do valuation e, mais especificamente, como tratar liderança, à luz de duas óticas de indicadores: proficiência individual e proficiência organizacional", explica a professora Leni Hidalgo, do Insper. "Liderança é um tema em constante discussão, com inúmeros posicionamentos e definições. O livro é mais uma abordagem para dar continuidade a esse eterno debate", finaliza. Editado pela Berrett-Koeller, preço em torno de 20 dólares em livrarias online estrangeiras.

    • 3. O Circuito dos Afetos: corpos políticos, desamparo e o fim do indivíduo, de Vladimir Safatle
      • Neste livro, o filósofo e professor da USP Vladimir Safatle costura ideias de grandes pensadores, de Michel Foucault a Giorgio Agamben, para discutir as transformações políticas pelas quais a sociedade está passando. O título foi lançado em setembro do ano passado. "Trata-se de uma obra que foge ao mainstream e, por isso mesmo, é capaz de provocar reflexões sob formas alternativas de se pensar o desenvolvimento e exercício da liderança e da gestão em nível organizacional", analisa o professor Anderson Sant'Anna, da Fundação Dom Cabral. "Por seus fundamentos na filosofia, é uma obra instigante, que, a cada página, nos incita a sair do mundinho dos jargões e formas prêt-à-porter de ver o mundo, as organizações, os indivíduos e suas complexas relações”, emenda. Editado pela Cosac Naify, preço em torno de 60 reais nas livrarias online.

      • 4. The inevitable – understanding the 12 technological forces that will shape our future, de Kevin Kelly
        "O inevitável – compreendendo as 12 forças tecnológicas que vão moldar nosso futuro", em tradução livre, ainda não ganhou uma versão em português. Seu autor, Kevin Kelly, é cofundador e editor executivo da revista Wired. Na obra, ele defende que as mudanças que a sociedade está por vivenciar – da realidade virtual à inteligência artificial – são resultado de 12 forças tecnológicas. "Longe de ser técnico e cheio de jargões, Kelly organizou o livro em 12 capítulos, escolhendo um verbo para descrever cada uma dessas forças que forjarão o nosso futuro", comenta o professor Ricardo Engelbert, da ISE Business School. "Você até poderá discordar das provocações feitas pelo autor, mas com certeza ele te levará a uma grande reflexão sobre o futuro", finaliza. Editado pela Vicking, preço em torno de 85 reais em livrarias online.

      • 5. A sucessão como ela é, de Emerson Almeida
        Em "A sucessão com ela é", o fundador da Fundação Dom Cabral, Emerson Almeida, que liderou a escola de negócios por 35 anos, trabalha as dimensões subjetivas e práticas da troca de comando nas empresas. "O texto é, ao mesmo tempo, leve e jornalístico e nos mostra a realidade nua e crua das empresas quando o assunto é a mudança de pessoas em vários níveis hierárquicos: do trainee ao presidente", resenha o professor Samir Lótfi, da própria FDC. "Recomendo a leitura desse livro para executivos em diferentes realidades e estágios da carreira. Muito além de aspectos técnicos, ele aborda as perspectivas culturais e políticas que fazem parte dos processos de sucessão, respeitando a complexidade desse assunto que está na pauta de executivos, conselheiros de administração e quaisquer gestores que desejam galgar cargos de liderança em suas empresas", completa. Editado pela Benvirá, preço em torno de 40 reais nas livrarias online.

Leia também

  • O Poder do Hábito: a razão por trás do sucesso de muita gente

    O Poder do Hábito: a razão por trás do sucesso de muita gente

    + leia mais
  • 4 formas de estar um passo à frente da revolução digital

    4 formas de estar um passo à frente da revolução digital

    + leia mais
  • Este é o tipo de profissional que as startups mais desejam

    Mesa de trabalho: veja como se destacar em processos seletivos de startups

    + leia mais

“Nossa história começa com o sonho, de que num futuro não distante todas as pessoas que atuam em qualquer empresa sejam altamente qualificadas. Que hábitos como atender bem, importar se com o cliente, conceder atenção ao cliente, ter organização e planejamento, enfim entre diversos conhecimentos, habilidades e atitudes inerentes ao ser humano profissional, transformem se em cultura.”


Ronaldo Vieira